Pesquisar este blog

terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Quando os problemas se aproximam...


SALMOS 121.

Mais dia, menos dia, e eles finalmente vem..
.Quem? Os problemas...
Vem na forma de doença, vem na forma de morte, vem na forma de desemprego, vem na forma de dificuldades diversas 
O que fazer então?

O salmista também pergunta: “Elevo os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro? ” Salmos 121.1
Dizem que o escritor deste salmo morava em uma região cercada por montes, e eram dos montes que vinham os invasores, e os povos que vinham saquear a terra... enfim, olhar para os montes lhe lembrava que mais dia menos dia eles finalmente viriam... então o que fazer?

Hoje não tememos mais quando olhamos para os montes, mas eles se resignificaram para nós, em outras formas de problemas, problemas modernos, mas problemas igualmente angustiantes.
“O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.”
 Salmos 121.2
Se eu estou doente, se estou com dores, se estou triste mesmo, então lembro que o nosso Deus fez o céu e a terra.

Muito mais complexo que a minha dor é criar todo o universo.

Descanse no teu Deus que fez o céu e a terra.
“Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará.” 
Salmos 121.3
O nosso Deus não cochila (tosqueneja), aquieta-te, Deus é Deus, ele não é um super ser que controla muita coisa, não, ele é Deus que controla todas as coisas, inclusive a minha dor, ele sabe da doença da minha casa, e acompanha ela com olhos atentos, ele não deixará o meu pé vacilar em vão, ele não é um Deus que cochila e perde alguns momentos da nossa vida que Satanás se aproveita para nos tentar, para nos roubar e destruir, não, ele é um Deus que pedagogicamente permite que tenhamos muitos problemas, mas ele está por perto e de olhos bem arregalados. Sofremos é verdade, mas olhamos para o nosso Deus e cremos num Deus que não cochila.
“Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.” 
Salmos 121.4
Ainda que passemos pelo vale da sombra da morte, sabemos que o Senhor é o nosso Deus. Ainda que o cancer nos mate, ainda que morramos, sabemos que o Senhor nos espera vitorioso com um corpo glorioso e ressurreto, incapacitado para pecar. Sabemos que ele nos enxugará toda a lágrima.

O nosso Deus não dorme, o nosso Deus não cochila. O nosso Deus é Deus!

Mas talvez você diga: e o meu problema real, aqui e agora?

Lance sobre ele em oração, todas as tuas ansiedades e descanse, no tempo exato, ele suprirá as nossas necessidades. Ele nos guardará na palma das suas mãos.
“O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita.”
Quem pode se alegrar e dizer que tem por sombra ao próprio Deus?Salmos 121.5
Descanse e observe Deus agir.
Você não está se esforçando, fazendo o que está ao teu alcance?
Está sem coragem até para acordar pela manhã?
O que o salmista nos diz:

“O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.” Salmos 121.6
É certo que são tempos difíceis, mas é na dificuldade que a nossa fé se aperfeiçoa. É no choro e na fraqueza que nos tornamos fortes.
“O Senhor te guardará de todo o mal; guardará a tua alma.” Salmos 121.7
Ajuda-nos Senhor a superar as dificuldades, pois parece que a desgraça se aproxima cada vez mais de nós. Salva-nos oh Deus, pela tua misericórdia.

“O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.” 
Então descansemos no nosso Deus.Salmos 121.8
As lutas virão, os problemas serão reais, mas o Senhor nos guardará, de dia, de noite, na entrada, na saída, na sombra, AGORA E SEMPRE.
“Elevo os meus olhos para os montes: de onde me virá o socorro?
O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.
Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará.
Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.
O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita.
O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.
O Senhor te guardará de todo o mal; guardará a tua alma.
O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre.”
Fonte:http://oliveira-reflexoes-reformadas.blogspot.com
Postar um comentário