Pesquisar este blog

domingo, 17 de abril de 2011

O que move o coração das pessoas?



Tendo conhecimento de uma situação tal, como essa que ora presenciamos, o garotinho Márcio, de apenas 2 anos e 7 meses, que teve várias agulhas inseridas em seu indefeso corpo, num ritual satânico realizado por três adultos, conscientes do efeito que suas ações produziriam, nos questionamos acerca do poder que move o coração de pessoas a ponto de realizarem um feito dessa natureza. Sabemos que o coração do homem não é conhecido por outros homens (somente por Deus), e que suas ações nem sempre retratam os ensinamentos que receberam dos seus antepassados (pais, avós, etc). Então nos indagamos: De onde vem esse ímpeto maligno, esse pensamento diabólico que produz tamanho ódio para com o seu próximo? Como o próprio nome sugere, ele vem do diabo
. Este foi condenado há muito tempo atrás, por ter desejado e tentado ser maior do que aquele que o criou. Deus não criou o diabo, criou Lúcifer (do latim Lux fero, portador da Luz), para um fim específico, o de adorá-lo, aliás, muito mais que isso, o de “conduzir” a adoração nos céus. Todavia, conforme a bíblia relata, ele não se alegrou em executar a missão para a qual foi designado, mas sim almejou ser mais poderoso que Deus, seu criador, então foi expulso dos céus e condenado eternamente por sua atitude. Temos que, o diabo, que já está condenado, não se importa com o bem-estar das pessoas, muito pelo contrário, faz o possível para destruí-las, de todas as formas possíveis, e uma das artimanhas que ele utiliza para isso é a chamada indução maligna (indução diabólica), que uma vez encontrando espaço, se desenvolve nos corações das pessoas, levando estas a possuírem um sentimento de “descontentamento" com a felicidade alheia.
Tal descontentamento na verdade nunca lhes pertenceram, este sentimento pertence àquele que já fora condenado por Deus, Satanás. Tais pessoas que cedem espaço a esse tipo de investida, na verdade carecem de oração, pois não vigiaram acerca do que a bíblia recomenda: “Vigiai e orai para que não entreis em tentação”. (Mt 26,41). 

Ainda é possível salvação para as mesmas, contudo é necessário o sincero arrependimento! Oremos pelo garotinho Márcio, para que a glória do Senhor Deus se manifeste na vida dele (creio que será) e não esqueçamos de orar pelas pessoas que foram "usadas" na concretização de tal mal. Oremos também para que os nossos olhos e ouvidos (principalmente os “espirituais”) se “abram” e que o mundo possa entender que a verdade somente reside em Cristo Jesus, nosso Senhor, e que em nenhum outro a salvação poderá ser encontrada!
Paulo Bibiano 
Postar um comentário