Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de abril de 2011

Waldeck Alves fala do seu posicionamento a respeito do o tema : O Cristão pode beber Vinho?

 
O Nosso Irmão e Amigo Waldeck Alves Palestrante e dono do Blog  DWCONSULTORIA  deixou o seu comentário no Crescimento Espiritual. O Seu posicionamento a respeito do assunto em questão que vem tão somente contribuir, enriquecer e abrir o nosso entendimento sobre temas polêmicos e complexos .
WALDECK ALVES disse..
Esse estudo Biblico sobre vinho carece de mais fundamentação Biblica e uma visão menos tendenciosa e mais embasada cientificamente.
Primeiro por que a propria fermentação da uva já tem teor alcolico para embriagar..E em Israel a cultura e costume era o vinho mesmo usado e não suco de uva, por isso que Moises usava agua no vinho para neutralizar o efeito do alcool na pascoa..
Paulo quando escreve a igreja de Corintios, Ele reclama que os irmãos estavam usando o momento para embriaguez..Então os irmãos tinha que tomar muito suco de uva para se embriagar..
A grande verdade do ensino Cristão é a falta de dominio proprio..O dominio proprio que é o problema para muitos cristãos..Assim como o vinho pode ser pecado, o alimento tambem..E por que glutonaria é tão comum e não se comenta?
E sobre os beneficios na saude , não tem nem como questionar
abraços fica na paz5 de abril de 2011 07:33
WALDECK ALVES disse...
a expressão "dado" nesse texto sobre as qualificações para um lider na Igreja, a expressão grega tem sentido de sem vontade propria, sem controle e sem dominio proprio.O contexto aqui subentende-se que não está sendo proibido.E se fosse suco de uva porque essa repreensão?São dois pontos que podem ser analisados que derrubam o argumento desse artigo.Tenho que não ser dado ao vinho, assim como não ser dado ao dinheiro, ao sexo, a comida, a moda, aos bens materiais...
Uma taça de vinho recomendado pelos médicos é suficiente para diminuir o colesterol,melhorar as funçoes vitais do organismo, cabelos, pele...
São tantos beneficios
Outro ponto que quero destacar quem começa em uma taça de vinho e vai para o adulterio,são pessoas que há muito tempo ja estava procurando uma justificativa para pecar..
pois o que contamina o homem não é que entra nele é o que sai dele..
evangelho é submissão voluntaria e de nova consciencia a Deus..Não sou obrigado a servi-lo por que tenho um codigo ético , sirvo por que sei que Ele mudou a minha vida..POrtanto essa discussão de quem procura o vinho como forma de pecar é insustentavel.5 de abril de 2011 07:47
WALDECK ALVES disse...
outro ponto que o escritor desse artigo perguntou sobre a propriedade medicinal do vinho, só quero frisar o efeito cicatrizante do vinho..Onde na cultura de Israel usava para curar feridas.Paulo recomendou a Timoteo o uso do vinho mesmo, porque provavelmente ele tinha uma gastrite ou um ulcera e que essa propriedade do vinho poderia cura-lo..
Eu conheço varias pessoas que foram curadas da gastrite com o uso moderado, consciente e responsavel do vinho..o que a ciência descobriu há menos de 50 anos, Paulo já tinha descoberto há mais de 1950..
DWCONSULTORIA 
"A LEITURA É UMA BOA FORMA DE TRANSFORMARMOS SONHOS EM REALIDADE"


Postar um comentário