Pesquisar este blog

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Pastores comentam rede social que incentiva o adulterio na internet

Fenômeno nos EUA e na Europa, os sites internacionais voltados para casados em busca de amantes chegam ao Brasil.Sob o teclado do computador, mãos digitando elogios e palavras de carinho. Na mão esquerda está o símbolo do sagrado matrimônio: uma aliança dourada, entregue na cerimônia de casamento.
Já no portal, onde isso não faz a menor diferença, a aliança substitui a letra O. Uma palavra provocativa para os visitantes escrita em inglês como slogan dos serviços no site: A vida é curta, tenha um caso.Este tipo de serviço ganhou milhares de adeptos na Europa e nos EUA, agora estes sites ganham espaço no Brasil. O assunto: é adultério. O objetivo principal do serviço é facilitar um relacionamento extra conjugal.Há 1.139 associados perto de você online agora mesmo, é o lembrete para os visitantes.O convite para uma vida promíscua e deleitosa chega ao Brasil em agosto, através da Ashley Madison, rede internacional de sites para infidelidade. Uma franquia do gênero já funciona no Brasil, a Second Love, inaugurada em maio, que se somou aos sites nacionais, Só Casados e Pulando Cerca.Acreditamos que os casais querem escapar à rotina e viver novas experiências mas, por vezes essas fantasias são realizadas com alguém do trabalho ou do círculo de amigos, e a maior parte dos casamentos termina por causa disso, diz Anabela Santos, porta-voz do Second Love, segundo o Globo.O serviço não é só para casais héteros. Mas oferece uma opção para buscar parceiros do mesmo sexo.O Alibi Network, site americano destinado a tornar mais convincente as desculpas, organiza um material específico para um evento. Você diz que foi a um congresso e eles enviam o material.Na avaliação de pastores especializados em aconselhamento de casais, os problemas que envolvem o adultério vão muito além das desculpas cotidianas. Podem ser traumas de infância, falta de aconselhamento, herança familiar e até a má escolha do cônjuge.Os escritores Tim e Bererly LaHaye, no livro ?O Ato Conjugal?, apontam que as causas são relacionadas a má orientação sexual e a falta de pastores preparados para o aconselhamento de casais.Já o escritor Jaime Kamp, no livro Antes de Dizer Sim, que aborda questões da vida de recém-casados, apontam para uma vida espiritual imatura e herança familiar.Segundo Kamp, quando a intimidade física se desenvolve antes da espiritual, forma-se uma nuvem de culpa entre o casal, e entre eles e o Senhor. Por causa disso, muitos casais tem problemas de desconfianças, brigas e infidelidade.O autor ainda menciona que é importante e possível reconhecer e compreender o impacto que herança familiar terão em suas vidas. Segundo ele, as características do noivo ou da noiva, tem a ver com a herança familiar.Num certo sentido, todos nós somos frutos do nosso ambiente familiar, seja para o bem ou para o mal.A maneira com que você age ou reage às situações e circusntâncias da vida, explica ele, a maneira que seus pais o(a) trataram muitas vezes, é a maneira que você tratará o seu cônjuge.
Fonte: Christian PostRelated posts:
Postar um comentário