Pesquisar este blog

terça-feira, 27 de setembro de 2011

Televisão: tome muito cuidado com ela

Todo cuidado é pouco quando o assunto é a programação televisiva. Com valores contrários ao que diz a Bíblia, ela, aos poucos e silenciosamente, tem destruído núcleos familiares com a propagação de conteúdos efêmeros, vazios e, muitas vezes, promíscuos.


Televisão: tome muito cuidado com ela
Se até há alguns anos a sala da casa era ponto de encontro de toda a família para momentos de diversão na frente da televisão, hoje isso está cada vez mais escasso. Não pela falta de programas ou pela precariedade de tecnologia. Ao contrário, é crescente o desenvolvimento de recursos tecnológicos, até com TVs em três dimensões, e também de novos seriados, novelas, programas de entrevista, de humor e de desenho na televisão brasileira.
O problema, na verdade, está no fato de que é cada vez menor a probabilidade de a família inteira poder assistir junta a um mesmo programa por causa do conteúdo que será passado. Pais e mães conseguem, na atualidade, reunir os filhos para assistir a um quadro humorístico sem que as crianças ouçam imoralidades? Há alguma novela que não mostre cenas de nudez, que não incite ao homossexualismo, à violência, à mentira e à traição conjugal?

Devagar e silenciosamente, o diabo tem usado a televisão como uma de suas principais armas para invadir e destruir as famílias e seus valores. Princípios bíblicos são tantas vezes derrubados nos programas televisivos que muitos deles já são considerados "coisas do passado" por muita gente. Como cristãos, como podemos aproveitar essa mídia sem que ela aniquile de vez os mandamentos de Deus? Será que isso é possível? Conseguimos preservar as nossas famílias mantendo a TV ligada ou o ideal seria retirar o fio da tomada?
"Acredito que 90% dos conteúdos passados pela televisão não são para os cristãos. O mundo é maligno e nós vivemos nele, mas, como cristãos, não somos dele. As famílias devem voltar mais para si, priorizando valores. Muitos dizem que a TV é o espelho da vida, mas não da vida de um cristão. O espelho da vida de um salvo por Jesus é a Bíblia. São os valores contidos nela que devemos copiar", declara o pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular em Boa Vista II, Vila Velha, Ademir Bianchi, que é casado com a pastora Jaiza do Nascimento Bianchi.
Diariamente, os cristãos são confrontados com programas que derrubam por terra tudo o que a Palavra diz ser "bom e agradável". Nos desenhos animados, as cenas são de matança, de violência ou então de feitiçaria e de crianças revoltadas e que não são controladas pelos pais. Nos programas de humor, parece que só vai haver risada do público se for feita uma piada imoral ou se aparecer na tela uma mulher seminua, ou até mesmo nua. Nos talk shows, as guerras encontradas no seio de milhões de famílias são tratadas como um grande circo. Já nas novelas e nos reality shows, o espaço está cada vez mais dominado pela promiscuidade e pelo homossexualismo. Na atual novela Insensato Coração há seis personagens homossexuais.
No Big Brother Brasil 2011, por exemplo, um dos participantes se declarou abertamente transexual. Nasceu homem, mas transformou o seu corpo no de uma mulher. A direção do programa fez todas as apostas nesse transexual, mas na primeira oportunidade de algum participante sair, ele foi o eliminado. "Mesmo com toda essa degradação de princípios, o povo brasileiro preservou a família, mas o problema é que as pessoas têm parado para assistir esses programas que banalizam o sexo, a verdade, a fidelidade, o convívio familiar. A TV traz uma avalanche de imoralidade, que é um preparo para o reino do anticristo. A família foi criada quatro mil anos antes da igreja. Por isso, a intenção principal do diabo é destruir a família. Acabando com a comunhão nos lares, tudo estará destruído", declara o pastor da igreja Valentes de Davi, Arlindo Theodoro.
O pastor destaca uma história contada por Billy Graham em um de seus livros, sobre uma rã que foi colocada viva em uma panela de água quente. A reação do animal foi saltar imediatamente por causa do calor da água. Em outra situação, a rã foi inserida em uma panela que estava com água fria, mas que foi colocada sobre um fogo baixo. Aos poucos, a água foi esquentando e a rã continuou dentro da panela. Minutos depois, o animal havia morrido porque foi cozido vivo.
"É isso que acontece com o ser humano quanto ao conteúdo televisivo. Temos que saltar antes que nos acostumemos com a água. Não é proibir, mas ter a firmeza de mudar de canal ou desligar a TV quando o que estiver passando não condizer com o que Deus diz. A Bíblia afirma: ‘aquele que é santo, santifique-se ainda mais' (Apocalipse 22:11). Se não formos radicais quanto a valores, vamos nos acostumar com a água e morrer. Se não formos radicais, vamos perder a única coisa que temos de valor, que é a nossa salvação", acrescenta Arlindo.
Quem educa as nossas crianças?
Se o conteúdo televisivo já corrompe os valores dos adultos, o que dizer das crianças e adolescentes? Ainda em formação de valores, eles são influenciados com mais facilidade e devem ser orientados desde cedo, como diz a Bíblia: "Ensina o menino o caminho em que deve andar e até quando envelhecer não se desviará dele" (Provérbios 22:6). Mas não basta apenas explicar, é preciso sentar com as crianças, acompanhar os programas de TV e alertar sobre aquilo que não agrada a Deus.
O pastor da Igreja Batista Filadélfia, Elmir Dell'Antonio, tem duas filhas e declara que controla ao que elas assistem na televisão, mas sem proibir. "Proibição não resolve. O que resolve é educar, mas isso dá trabalho, causa estresse, desgasta. Por isso, é mais fácil ligar a TV e colocar os filhos sentados sozinhos para ver programas. Isso é o comum hoje em dia. Quem está educando os nossos filhos? A TV? O certo é que não há como não sofrer algum dano assistindo aos atuais programas passados na televisão. É como diz o ditado: ‘água mole em pedra dura tanto bate até que fura'", declarou.
Apontando os males que a televisão pode trazer, o pastor Arlindo Theodoro chegou a criar "Os dez mandamentos da TV", uma crítica aos maus programas televisivos. Entre os mandamentos apontados há vários voltados para a educação infantil e para o núcleo familiar, como, por exemplo: "Me porás como babá de tuas crianças".
Temas polêmicos
Mesmo após inúmeras tentativas, nenhum autor ou diretor de novela brasileira conseguiu colocar no ar uma cena de beijo homossexual. Parte disso ocorre graças a mobilizações cristãs nos quatro cantos do País, mas sempre quando estreia uma novela, o tema novamente é colocado em pauta, muito porque os autores, cada vez mais, criam núcleos gays e tentam promover essas cenas entre casais homossexuais.
Pensando nisso e no que será o futuro das programações das emissoras de televisão, o pastor Elmir Dell'Antonio, formado em Ciências Sociais, professor de Sociologia da Religião e líder do ministério profético Jesus Está Voltando, tem uma análise ainda mais crítica.
"A perspectiva para os próximos anos é cada vez pior. O problema não é se vai haver o beijo gay em uma novela brasileira, e sim quando isso vai acontecer. E, a partir daí, temos que esperar uma sessão de macumba ao vivo, uma cena de sexo gay... Hoje em dia, um bruxo é herói para crianças e adolescentes; um galã é escalado para fazer o papel de vampiro e o fato dele matar as pessoas não é questionado porque o ator é o herói. Todos torcem para que ele se dê bem no final. Você torce pelo mal porque o mal está travestido de bem", disse.
Todo cuidado é pouco. Como o apóstolo Paulo declarou aos crentes de Tessalônica, "Deus não nos chamou para a imundícia, mas para a santificação" (I Tessalonicenses 4:7). Os cristãos devem estar atentos às artimanhas do inimigo, que nunca vai se apresentar como o mal.
A hora dos evangélicos
Uma das estratégias para barrar o avanço da imoralidade na televisão é a inserção de programas evangélicos na grade da TV aberta. Dentre os diversos pastores que se destacam com mensagens na TV está Romildo Ribeiro Soares, o R. R. Soares, com o programa "Show da Fé", que é transmitido em rede de televisão aberta e têm milhares de telespectadores fiéis, seja evangélicos ou não. O pastor Silas Malafaia é outra referência quando o assunto é programa de TV evangélico e defende que os cristãos deveriam usar ainda mais a televisão para combater a ação do inimigo.
"A televisão ainda é, no Brasil, o maior meio de comunicação de massa e, como tal, exerce grande influência na transformação de crenças, valores e comportamentos da sociedade. Como povo de Deus, precisamos usar todos os meios lícitos para propagação do Evangelho. Se não usarmos a TV, com certeza, o diabo vai continuar usando-a para chegar em cada lar, na casa do rico, do pobre, do sábio e do ignorante. Como igreja, precisamos usar todos os espaços na sociedade, inclusive a televisão", ressalta Silas Malafaia.
Se, por um lado, há pregadores dedicando seus ministérios em programas de TV, há artistas que são convertidos a Cristo e se mantém no meio dos estúdios de televisão dando testemunho do Evangelho. A cantora e apresentadora Mara Maravilha, por exemplo, que ficou anos em evidência na televisão, é uma artista que se converteu e hoje prega o Evangelho através de suas músicas. Ela revela que muitas vezes deixa de atender a convites de determinados programas justamente pelo conteúdo que costuma ser apresentado neles.
"Gosto de participar de programas nos quais posso expressar o que estou sentindo, passar para as famílias algo de bom, cantar para as crianças. Recuso alguns programas justamente por não fazer mais parte do que eu vivo hoje. Há programas que têm deixado muito a desejar, explorando muito o sexo, por exemplo, o que é lamentável", declarou Mara Maravilha, que é da Igreja Universal em São Paulo.
Outro artista que prega a Palavra é Dedé Santana, da Turma do Didi, que há 16 anos decidiu caminhar ao lado de Cristo e chegou a se afastar da TV por conta de sua conversão. "Muitos diziam que eu só ia ficar na igreja por três meses, mas Deus sustentou a minha fé. Há muitos evangélicos na TV, principalmente no humor. Muitos deixam a televisão para se dedicar à pregação da Palavra e os que ficam dão testemunho de Cristo. Se Deus me fez artista e me colocou onde eu estou, é para eu pregar e é isso que eu faço entre os meus colegas de trabalho. Falo muito do amor de Deus, e o Pai vai trabalhando nos corações dessas pessoas", disse Dedé Santana, que é da Igreja Quadrangular.
Assim como o pastor Silas Malafaia, Dedé acrescenta que a televisão pode ser um grande instrumento para levar Jesus a quem ainda não conhece a salvação. "Acredito que nós, cristãos, devemos usar todas as estratégias para pregar. Se a TV é um bom caminho, vamos através dela. Há muitos programas evangélicos bons na televisão e há programas seculares que estão levando grupos e cantores cristãos para se apresentar. Isso é Deus agindo", afirmou Dedé Santana.
Precisamos aprender a reter o que é bom, selecionar e guardar aquilo que edifica. Manter o coração e a mente voltados para Cristo é o principal caminho para isso, lembrando sempre do que Paulo disse à igreja em Roma: "E não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus" (Romanos 12:2).
A realidade mostrada em tantos programas de televisão não é a mesma que Deus quer para as nossas vidas. Vivemos neste mundo, mas não somos dele. Fomos criados para louvor e adoração a Deus e devemos nos lembrar disso quando vamos para a frente da TV escolher um programa. Será que Cristo se sentaria ao nosso lado para assistir também?
Os 10 mandamentos da TVI - Me porás como Deus em tua vida!II - Andarás segundo a vontade da mídia.III - Me porás como babá de tuas crianças.IV - Ensina o teu filho o caminho do mal e, em tempo algum, ele se desviará dele.V - Desonra o teu pai e a tua mãe porque esse é o meu primeiro mandamento para seres amaldiçoado.VI - Em meu nome perverterás todos os teus princípios e valores.VII - Amarás a mentira e dela serás cativo.VIII - Chegai-vos para mim e o espírito de consumismo se chegará para vós.IX - Não terás diálogo em tua casa!X - Em meu nome não terás tempo para Deus! 
Fonte: Pastor Arlindo Theodoro
Postar um comentário