Pesquisar este blog

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Você ainda ouve a voz de Deus? Ou ELE não fala mais?


“Ah, Israel, se me ouvisses..”. Sl 81.8
NADA É MAIS RECOMPENSADOR DE QUE OUVIR O QUE DEUS TEM A NOS DIZER.
A Bíblia diz explicitamente que Deus ainda fala tão poderosamente quanto nos dias em que ela foi escrita. Sua voz espera se ouvida.“Ah, Israel, se me ouvisses..”
1. PORQUE DEUS FALA HOJE?
Nosso Deus não se isolou do mundo, nem das pessoas. É um Deus que se comunica.
* ELE NOS AMA TANTO QUANTO AMAVA AS PESSOAS NOS TEMPOS DO ANTIGO TESTAMENTO
- Quando somente uma pessoa fala e outra só escuta, não existe comunhão.
- Deus ainda nos fala hoje porque deseja estabelecer conosco um relacionamento de amor que envolve uma comunhão entre as duas partes.
* DEUS NOS FALA, PORQUE PRECISAMOS DE SUA ORIENTAÇÃO DEFINIDA E DECISIVA EM NOSSAS VIDAS.
- Tal como aconteceu com Josué, Moisés,Jacó Noé.
- Como seus filhos precisamos de seus conselhos para sermos eficazes na tomada de decisões.
* DEUS NOS FALA HOJE, PORQUE ELE SABE QUE NECESSITAMOS DE CONSOLO E SEGURANÇA COMO ACONTECIA COM OS CRENTES DE OUTRA ERA.
* DEUS NOS FALA HOJE, PORQUE DESEJA QUE O CONHEÇAMOS.

sábado, 26 de maio de 2012

Geólogos revelam a data exata da crucificação de Jesus



Sexta-feira, dia 3 de abril do ano 33. Essa é a data da crucificação de Jesus, afirma a revista especializada em geologia, The International Geology Review.
O artigo publicado na edição mais recente mostra a investigação de especialistas de um terremoto que ocorreu nesta data, vista como o dia mais provável da crucificação de Jesus. Segundo o Evangelho de Mateus, capítulo 27, versículo 51, no momento em que Jesus morreu, “tremeu a terra, e fenderam-se as pedras”.
De acordo com canal de TV Discovery News , a equipe formada pelo geólogo Jefferson Williams, da Supersonic Geophysical, Markus Schwab e Achim Bauer, do Centro de Pesquisa de Geociências da Alemanha, analisaram a atividade de terremotos na região de Jerusalém.
Sua pesquisa confirma que um grande sismo atingiram a área conhecida como Ein Gedi, entre 26 a.C. e 36 d.C., que poderia ser o que o Novo Testamento se refere. No entanto, os dados coletados por eles podem confirmar a data com precisão absoluta. Williams, Schwab, e Brauer admitem que o terremoto mencionado nos evangelhos poderia ser alegórico, referindo-se a um tremor que ocorreu em algum momento antes ou depois da crucificação. Este terremoto teria sido forte o suficiente para quebrar os sedimentos de rocha em Ein Gedi.
“Existe a possibilidade que o relatório de um terremoto no Evangelho de Mateus seja um tipo de alegoria”, escrevem os estudiosos no artigo publicado por eles no The International Geology Review.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Haverá Criança no Inferno?



Jesus, porém, disse: Deixai as crianças e não as impeçais de virem a mim, porque de tais é o reino dos céus. (Mt 19.14)A Bíblia ensina que sobre as crianças não é imputado pecado e que, para entrar no reino de Cristo, temos que nos tornar como uma criancinha (Mateus 18.1-4; 19.13-15). Paulo falou de um tempo quando ele estava vivo, antes que o pecado entrasse em sua vida (Romanos 7:9). Moisés falou de crianças que não conheceram nem o bem nem o mal (Deuteronômio 1.39). Quando uma criança cresce, chega o tempo em que ela é atraída por seus próprios desejos, é tentada e peca (Tiago 1.14-15). Nesse tempo ela é culpada de pecado diante de Deus e necessita da salvação. Antes disto, as crianças são puras, sem atribuição de pecado e seguras aos olhos de Deus.
Todas as pessoas, sem exceção, quando morrem, morrem como alguém que é vaso de misericórdia ou vaso de ira. Jovens e crianças que morrem antes que seus corações comecem a robustecer contra a Deus incluem-se na categoria daqueles sobre quem Deus mostrou misericórdia. A morte deles testifica que Deus deve tê-los preparado instantaneamente para o céu através da limpeza e regeneração, sabendo que morreram despreparados para a ira. Mateus 21.16b é uma conclusão adequada, “pela bocas dos meninos e das criancinhas no peito tiraste o perfeito louvor”. O louvor deles pela glória de Deus será ouvido no céu, não no inferno. 
Os infantes estão em segurança na presença de Deus – Não haverá crianças no inferno. 
Artigo recebido por email sem identificação do autor 
| Divulgação: estudogospel.com.br |

domingo, 20 de maio de 2012

Silas Malafaia explica “rompimento” com Edir Macedo e Valdemiro Santiago .

O pastor Silas Malafaia 53 anos, não teme polêmicas. Neste sábado (19) ele foi um dos líderes da Marcha para Jesus no Rio de Janeiro, que reuniu mais de 300 mil pessoas. Há 30 anos pregando na televisão, seu programa “Vitória em Cristo” é exibido todos os sábados na Band, Rede TV e CNT. Durante a semana apenas na CNT. Mensalmente paga R$ 900 mil para a Rede TV, R$ 450 mil para a CNT, e um valor não divulgado para a Rede Bandeirantes. Tem ainda uma versão dublada de seus programas exibida em mais de 200 países via satélite.
Seu pai foi militar da Aeronáutica e mãe, educadora, ambos eram evangélicos. Casado com Elizete, que conheceu aos 14 anos, Silas tem três filhos com ela.
Em entrevista publicada pelo portal IG neste sábado, ele respondeu várias perguntas, sem fugir das polêmicas a que está acostumado.
Ele ressaltou que a Marcha para Jesus do Rio este ano é baseada em quatro princípios: em favor da liberdade de expressão, da vida, da liberdade religiosa e da família tradicional composta por homem, mulher e seus filhos.
Malafaia mais uma vez afirmou porque é contra a união de homossexuais, mas negou ser homofóbico. E foi mais além. “Homofobia é falácia de ativista gay para manter verbas para suas ONGs para fazer propaganda de que o Brasil é um país homofóbico. Homofóbico uma vírgula, amigo”.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

SHOW DE TALENTOS DE SANTO ESTEVÃO 2012

O Show de Talentos  é um evento de integração que no primeiro ano (30 Abril de 2011 realizado  no Templo sede da Assembléia de Deus em Santo Estevão-Bahia ) causou um Impacto muito grande em sua proposta. Além dessa qualidade integrativa, o evento é um meio de divulgação dos Talentos através das mídias e com a distribuição de um DVD com conteúdo exclusivo dos cantores.Fortalecendo assim o caráter integrativo e da vocação artística. 

RELAÇÃO DE NOMES DOS PARTICIPANTES

quarta-feira, 16 de maio de 2012

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Na esfera jurídica, violência significa uma espécie de coação, ou forma de constrangimento, posto em prática para vencer a capacidade de resistência de outrem, ou a levar a executá-lo, mesmo contra a sua vontade. É igualmente, ato de força exercido contra as coisas, na intenção de violentá-las, devassá-las, ou delas se apossar.
Existem vários tipos de armas utilizadas na violência contra a mulher, como: a lesão corporal, que é a agressão física, como socos, pontapés, bofetões, entre outros; o estupro ou violência carnal, sendo todo atentado contra o pudor de pessoa de outro sexo, por meio de força física, ou grave ameaça, com a intenção de satisfazer nela desejos lascivos, ou atos de luxúria; ameaça de morte ou qualquer outro mal, feitas por gestos, palavras ou por escrito; abandono material, quando o homem, não reconhece a paternidade, obrigando assim a mulher, entrar com uma ação de investigação de paternidade, para poder receber pensão alimentícia.
Mas nem todos deixam marcas físicas, como as ofensas verbais e morais, que causam dores,que superam, a dor física. Humilhações, torturas, abandono, etc, são considerados pequenos assassinatos diários, difíceis de superar e praticamente impossíveis de prevenir, fazendo com que as mulheres percam a referencia de cidadania.
A violência contra a mulher, não esta restrita a um certo meio, não escolhendo raça, idade ou condição social. A grande diferença é que entre as pessoas de maior poder financeiro, as mulheres, acabam se calando contra a violência recebida por elas, talvez por medo, vergonha ou até mesmo por dependência financeira.

sábado, 12 de maio de 2012

Cantor Orlando Leal - I Love You ( Álbum Fallingin Love )


Uma ótima dica para quem Gosta de uma Boa musica internacional Cantor Romântico Orlando Leal Atualmente vivendo em London Inglaterra é o mais novo artista Gospel Brasileiro,nascido na Bahia e levando o seu Romantismo para o Mundo fazendo sucesso por toda a Europa com suas canções que falam de Amor. Amante da arte é apaixonado pela Vida, com o seu estilo próprio e contagiante é sucesso no Brasil ao lado do seu velho e inseparável Violão .

Como surgiu o dia das mães

A mais antiga comemoração dos dias das mães é mitológica. Na Grécia antiga, a entrada da primavera era festejada em honra de Rhea, a Mãe dos Deuses. 
O próximo registro está no início do século XVII, quando a Inglaterra começou a dedicar o quarto domingo da Quaresma às mães das operárias inglesas. Nesse dia, as trabalhadoras tinham folga para ficar em casa com as mães. Era chamado de "Mothering Day", fato que deu origem ao "mothering cake", um bolo para as mães que tornaria o dia ainda mais festivo.
Nos Estados Unidos, as primeiras sugestões em prol da criação de uma data para a celebração das mães foi dada em 1872 pela escritora Júlia Ward Howe, autora de "O Hino de Batalha da República". 
425747 Dia das m%C3%A3es pelo mundo1 Dia das mães pelo mundoMas foi outra americana, Ana Jarvis, no Estado da Virgínia Ocidental, que iniciou a campanha para instituir o Dia das Mães. Em 1905 Ana, filha de pastores, perdeu sua mãe e entrou em grande depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram 
a idéia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Ana quis que a festa fosse estendida a todas as mães, vivas ou mortas, com um dia em que todas as crianças se lembrassem e homenageassem suas mães. A idéia era fortalecer os laços familiares e o respeito pelos pais.
Durante três anos seguidos, Anna lutou para que fosse criado o Dia das Mães. A primeira celebração oficial aconteceu somente em 26 de abril de 1910, quando o governador de Virgínia Ocidental, William E. Glasscock, incorporou o Dia das Mães ao calendário de datas comemorativas daquele estado. Rapidamente, outros estados norte-americanos aderiram à comemoração. 
Finalmente, em 1914, o então presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson (1913-1921), unificou a celebração em todos os estados, estabelecendo que o Dia Nacional das Mães deveria ser comemorado sempre no segundo domingo de maio. A sugestão foi da própria Anna Jarvis. Em breve tempo, mais de 40 países adotaram a data. 
"Não criei o dia das mães para ter lucro"
O sonho foi realizado, mas, ironicamente, o Dia das Mães se tornou uma data triste para Anna Jarvis. A popularidade do feriado fez com que a data se tornasse uma dia lucrativo para os comerciantes, principalmente para os que vendiam cravos brancos, flor que simboliza a maternidade. "Não criei o dia as mães para ter lucro", disse furiosa a um repórter, em 1923. Nesta mesmo ano, ela entrou com um processo para cancelar o Dia das Mães, sem sucesso.
Anna passou praticamente toda a vida lutando para que as pessoas reconhecessem a importância das mães. Na maioria das ocasiões, utilizava o próprio dinheiro para levar a causa a diante. Dizia que as pessoas não agradecem freqüentemente o amor que recebem de suas mães. "O amor de uma mãe é diariamente novo", afirmou certa vez. Anna morreu em 1948, aos 84 anos. Recebeu cartões comemorativos vindos do mundo todos, por anos seguidos, mas nunca chegou a ser mãe. 
Cravos: símbolo da maternidade 
Durante a primeira missa das mãe

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Orlando Leal - Não Vivo Sem Te Amar.


Orlando Leal Cantor e Compositor. Atualmente vivendo em London Inglaterra é o mais novo artista Gospel Brasileiro fazendo sucesso por toda a Europa com suas canções que falam de Amor. Solteiro, Amante da arte e da Boa Musica é apaixonado pela Vida com o seu estilo próprio e contagiante, sucesso agora no Brasil ao lado do seu velho e inseparável Violão .

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Orlando Leal - Em Busca do Amor.

Orlando Leal o mais novo artista Brasileiro fazendo sucesso na europa com seu novo Video Clip produzido em Vídeo e gravado no Hyde Park em Londres em maio de 2010 

O que diz a Bíblia sobre ser uma mãe cristã?

Ser mãe é um papel muito importante que o Senhor escolhe para dar a muitas mulheres. Às mães é dito que amem seus filhos em Tito 2:4-5, que diz: “Para que ensinem as mulheres novas a serem prudentes, a amarem seus maridos, a amarem seus filhos, A serem moderadas, castas, boas donas de casa, sujeitas a seus maridos, a fim de que a palavra de Deus não seja blasfemada.”
Em Isaías 49:15a a Bíblia diz: “Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre?”
Quando se começa a ser mãe?
Os filhos são presentes do Senhor (Salmos 127:3-5). Em Tito 2:4, aparece a palavra grega “phileoteknos”. Esta palavra representa um tipo especial de “mãe-amor”. A idéia que esta palavra evoca é de “preferir” nossos filhos, “cuidar” deles, “alimentá-los”, “abraçá-los” com amor, “satisfazer suas necessidades”, “amavelmente ser amiga” de cada um como único vindo da mão de Deus.
A Escritura nos ordena para que vejamos “mãe-amor” como nossa responsabilidade.
A palavra de Deus ordena tanto às mães quanto aos pais para que façam várias coisas na vida de seus filhos, dando:
Disponibilidade
Manhã, tarde e noite. E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;
E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te. (Deuteronômio 6:6-7).

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Como poderei saber se achei a pessoa certa para mim?

Pergunta: "Como poderei saber se achei a pessoa certa para mim?"
Resposta: A Bíblia não se dirige a como achar a “pessoa perfeita”, nem dá instruções muito específicas sobre como podemos achar a pessoa certa para casamento. A Bíblia não chega nem a dizer que Deus escolheu uma pessoa específica para cada um de nós. A Palavra de Deus nos diz que não devemos entrar em jugo desigual com os incrédulos (2 Coríntios 6:14-15), e isso é verdade principalmente no casamento. 1 Coríntios 7:39 nos relembra que quando somos livres para casar, devemos apenas casar com alguém que é aceitável aos olhos de Deus – quer dizer, Cristãos. Além disso, a Bíblia não comenta mais nada sobre como podemos saber que estamos casando com a pessoa "certa".
Então por que Deus não deixa bem claro o que devemos procurar em um parceiro? Por que não temos instruções mais específicas sobre um assunto tão importante? A verdade é que a Bíblia é tão clara sobre o que ser um Cristão significa e como devemos agir, que especificações não são necessárias. Cristãos devem pensar da mesma forma sobre certos assuntos importantes, e se dois Cristãos são realmente comprometidos ao seu casamento e a obedecer a Cristo, eles já possuem os ingredientes necessários para sucesso. No entanto, porque nossa sociedade agora está inundada com muitos tipos diferentes de “cristianismo”, seria sábio usar discernimento antes de uma pessoa se devotar a um compromisso pelo resto de sua vida. Uma vez que as prioridades de um possível cônjuge são identificadas – se ele ou ela são realmente comprometidos a serem como Cristo – então será fácil identificar e lidar com o resto.

O que diz a Bíblia a respeito do divórcio e segundo casamento?

Resposta: Em primeiro lugar, independentemente do ponto de vista que se tem a respeito do divórcio, é importante lembrar as palavras da Bíblia em Malaquias 2:16a: “Pois eu detesto o divórcio, diz o Senhor Deus de Israel.” De acordo com a Bíblia, o plano de Deus é que o casamento seja um compromisso para toda a vida. “Assim não são mais dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem” (Mateus 19:6). Entretanto, Deus bem sabe que o casamento envolve dois seres humanos pecadores, e por isto o divórcio vai ocorrer. No Antigo Testamento, Ele estabeleceu algumas leis com o objetivo de proteger os direitos dos divorciados, em particular das mulheres (Deuteronômio 24:1-4). Jesus mostrou que estas leis foram dadas por causa da dureza do coração das pessoas, não por desejo de Deus (Mateus 19:8).
A polêmica a respeito do divórcio e do segundo casamento, se são ou não permitidos de acordo com a Bíblia, gira basicamente em torno das palavras de Jesus em Mateus 5:32 e 19:9. A frase “a não ser por causa de infidelidade” é a única coisa nas Escrituras que possivelmente dá a permissão de Deus para o divórcio e segundo casamento. Muitos intérpretes compreendem esta “cláusula de exceção” como se referindo à “infidelidade matrimonial” durante o período de “compromisso pré-nupcial”. Segundo o costume judeu, um homem e uma mulher eram considerados casados mesmo durante o período em que estavam ainda “prometidos” um ao outro. A imoralidade durante este período em que estavam “prometidos” seria a única razão válida para um divórcio.

terça-feira, 8 de maio de 2012

E Se o Diabo se Arrependesse?

Já imaginou o diabo arrependido, com a Bíblia debaixo do braço, pregando o Evangelho para os demônios? Será que ele poderia sinceramente se arrepender? E se isso acontecesse, será que haveria perdão para ele?
Segundo a doutrina católica (e nós evangélicos concordamos com isso), “o diabo não é a personificação das paixões, mas uma pessoa, criada por Deus como anjo e, tendo perdido a comunhão com Ele, converteu-se em espírito obscuro, o diabo. Como pessoa, o diabo tem livre arbítrio, isto é, tem liberdade e esta liberdade não é violada por Deus (embora limitada nas suas ações). 
Ele é uma personalidade concreta, um ser concreto. Introduz-se com a injúria, com a arrogância e o engano na história, com a pretensão de destruir a Deus e aos homens. O pecado, os sofrimentos, a morte são gerados por ele, pois espalha a ruína e o ódio, exercendo seu poder e domínio. Ele e os demônios, incapazes de prejudicar diretamente a Deus, se dirigem aos homens para, com seus poderes maléficos, travarem uma luta com eles, confundindo suas vontades, criando tentações, nos envolvendo em paixões, nos deixando confusos e obstruindo nosso tempo de oração ”.
Os demônios são anjos caídos, que pecaram junto com o diabo, sendo este o chefe deles. Embora para o pior dos homens haja perdão, não o há para o “menos ruim” dos demônios. Provaremos isso com quatro argumentos, ao mesmo tempo que aproveitaremos a discussão para uma agradável e rara abordagem sobre a natureza dos anjos maus em contraste com a humana. OBS: não há demônio menos ruim.
1. O diabo estava perfeitamente convicto do que estava fazendo Certa vez um homem que tinha matado o assassino de sua filha foi perguntado se estava arrependido. A sua resposta foi: “Se tivesse uma segunda chance, faria tudo de novo e o mataria lentamente”. 

segunda-feira, 7 de maio de 2012

Mulher e mãe, mães da Bíblia.

Nos tempos do Antigo Testamento, a dignidade da mulher dependia dos filhos que gerava, especialmente dos filhos homens e da quantidade de filhos.
Ser mãe era o que tornaria a mulher um ser humano reconhecido.
Esse contexto nós podemos conferir na história de Ana. Ana era estéril e, por isso, seu marido Elcana tinha o direito de se casar com outra mulher. Só muito tarde Ana gerou filhos - um primogênito, homem, chamado Samuel. Mas Penina, a outra esposa de Elcana, gerou 10 filhos. Ela tinha muito orgulho da sua maternidade (1 Sm 1-2).
Também Sara, casada com Abraão, era estéril. Então, juntos decidiram que teriam uma criança através de sua escrava egípcia Hagar. Assim nasceu Ismael. Mais tarde também Sara teve uma criança, um primogênito, filho homem, chamado Isaque (Gênesis 16 e 21).
Outra mulher que enfrentou uma dura luta para se tornar reconhecida foi Tamar - "tataravó" de Jesus (Mateus 1). Ficou viúva duas vezes e sem filhos. Sofreu injustiça por parte de seu sogro que a fez voltar para a casa de sua mãe. Mas encontrou uma saída: vestiu-se como prostituta e ficou na beira da estrada numa ocasião em que seu sogro Judá foi à cidade. Então ela teve gêmeos de Judá (Gênesis 38).
Há também as irmãs Lia e Raquel, ambas casadas com o primo Jacó. Lia foi abençoada com seis filhos e uma filha. E Raquel, depois de sofrer amargamente com a esterilidade, gerou José e Benjamim. Jacó teve mais quatro filhos com as servas das esposas, Bila e Zilpa (Gênesis 29-30). 
Depois, temos uma grande mãe no Novo testamento: Maria. Maria é a mãe que sintetiza muito bem um novo tipo de maternidade.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

De cada 12 cristãos no mundo, um é brasileiro, aponta pesquisa

De cada 12 cristãos no mundo, um é brasileiro, segundo um estudo realizado pelo Centro Pew de Pesquisa dos Estados Unidos. O estudo apontou que um terço da população abraça o Cristianismo, isso significa 2,18 bilhões de cristãos – 31,7% da população mundial, que é de 6,9 bilhões.
“Os cristãos também se expandiram do ponto de vista geográfico, estando tão distantes uns dos outros de fato que nenhum continente ou região pode presumir ser o centro do cristianismo mundial”, diz a apresentação do estudo, em seu site.
O estudo aponta ainda que, ao longo do tempo, os cristãos foram se espalhando pelas regiões do mundo. Há um século, os cristãos representam uma proporção significativa da população mundial, mas enquanto, em 1910, dois terços estavam na Europa, atualmente estão dispersos amplamente em termos mundiais.
A distribuição geográfica, de acordo com a pesquisa, mostra quase 34% dos cristãos estão na América do Norte e do Sul; 26% na Europa, enquanto que 23,6% vivem na áfrica subsaariana e 13,1% na região ásia-Pacífico. Apenas 0,6% está no Oriente Médio e norte da áfrica.
Estados Unidos, Brasil e México lideram a lista de nações com maior população cristã. Em um contexto global, a metade de todos os cristãos são católicos, enquanto 36,7% são protestantes e 11,9%, ortodoxos, segundo o estudo.

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Por que passamos por tribulação?


Um homem ao ver a metamorfose da lagarta, quando a borboleta se esforçava para sair do casulo por um apertado orifício, tentou ajudar.
Pegou uma pequena tesoura e abriu o buraco, libertando a futura borboleta.
Contudo, notou que suas asas estavam atrofiadas e seu corpo todo murcho.
Ele esperou, esperou, mas a borboleta continuou se rastejando sem conseguir voar.
O esforço que faria para sair do casulo, passando por aquele minúsculo buraco, seria o meio pelo qual seu organismo liberaria as energias necessárias às suas asas e ao próprio corpo, para que, ao sair, pudesse voar.
Ela precisava passar por aquele minúsculo caminho para que a transformação de lagarta em borboleta, e a conseqüente libertação do casulo, pudesse acontecer.

Com a interferência do homem, todo esse processo foi inviabilizado, e a borboleta ficou aleijada para sempre, sem jamais poder voar.

Espetacular: juiz encerra ação contra Pr. Silas Malafaia por homofobia

De maneira sensacional e espetacular, o juiz federal da 24ª Vara Cível, Victorio Giuzio Neto, dando um show de conhecimento de leis e de maneira justa e inequívoca, extinguiu o processo em que o pastor Silas Malafaia era acusado de homofobia, naquela “armação” dos ativistas gays para incriminá-lo. Verdade Gospel disponibiliza alguns trechos da sentença para a sua análise:
“… não se poder tolher o direito à crítica na medida que esta compõe exatamente o conteúdo da liberdade de manifestação e expressão.”
“…Daí considerarmos que, sob o aspecto ‘policial’ ou de ‘censura’ a questão envolve problemas práticos e jurídicos mas, neste tema, o constituinte brasileiro teve o inegável desejo de sepultar definitivamente a censura conforme se vê na redação das seguintes disposições constitucionais:
Art. 5º – Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
…”
II – ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude da lei;
IX – é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença.
…”