Pesquisar este blog

terça-feira, 11 de março de 2014

Brasileiros doam mais às igrejas do que para ongs sociais


Brasileiros doam mais às igrejas do que para ongs sociaisUma pesquisa realizada pelo Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) e a Ipsos Public Affairs mostra que os brasileiros doam mais para pedintes e igrejas do que para organizações da sociedade civil.
Para chegar a essa conclusão o estudo foi dividido em três fases e mil pessoas foram ouvidas em cada uma das etapas.
O resultado geral é que o brasileiro não está acostumado a doar recursos ou trabalho voluntário. Dos que fazem, 30% doam dinheiro para pedintes e 30% para igrejas. Já as organizações da sociedade civil, ONGs, recebem recursos de 14% dos entrevistados.
Os brasileiros das regiões Norte e Centro-Oeste são os que mais doam para igrejas (48%), seguidos pela região Nordeste (35%), Sudeste (28%) e Sul (19%).
A pesquisa também analisou a classe social, as classes C, D e E doaram mais para pedintes de rua e para igrejas do que as classes A e B que preferem doar para organizações.
Entre os brasileiros que não fazem doação, 58% disseram que não têm dinheiro para fazê-lo, 18% disseram que não doaram porque ninguém pediu e 12% disseram que não confiam nas organizações.
A pesquisa Ipsos Public Affairs foi realizada em três etapas: julho, outubro e dezembro de 2013, por meio de entrevistas quantitativas. Setenta municípios brasileiros foram consultados, incluindo as nove regiões metropolitanas do país.
A margem de erro da pesquisa Ipsos Public Affairs é de 3 pontos porcentuais, com coeficiente de confiança de 95%.


Postar um comentário