Pesquisar este blog

sexta-feira, 13 de janeiro de 2017

LUTANDO CONTRA O PECADO

Pois a carne deseja o que é contrário ao Espírito; e o Espírito , o que é contrário à carne. Eles estão em conflito um com o outro, de modo que vocês não fazem o que desejam. — Gálatas 5.17
Como cristão, você pode ser profundamente consolado pelo ensino de Paulo. Você tem a natureza pecaminosa e o Espírito no mesmo corpo de maneira que o Espírito reina e a natureza pecaminosa está subordinada a ele.
A justiça reina e o pecado a serve. Nem todos estão familiarizados com esse ensino.
Se você pensa que os cristãos devem ser completamente isentos de pecados, e mesmo assim você se sente profundamente imperfeito, então você será consumido pela tristeza e se desesperará.
Resultado de imagem para LUTANDO CONTRA O PECADOQuem reconhece e faz uso desse ensino descobre que até mesmo o pior trabalhará em prol do melhor. Pois quando a sua natureza pecaminosa o atrai a pecar, você é motivado a buscar o perdão dos seus pecados por meio de Cristo.
Você passa a querer entender a justiça pela fé, a qual, normalmente, você não considera nem deseja.
Os cristãos devem manter em mente a impiedade da sua natureza pecaminosa, para que sejam encorajados e motivados a crer em Cristo e clamar a ele.
Com tal oportunidade, os cristãos se tornam artistas habilidosos, que criam maravilhosamente. Podem criar alegria a partir da tristeza, conforto a partir do temor, justiça a partir do pecado e vida a partir da morte quando refreiam sua natureza pecaminosa dessa maneira, quando fazem dela sua serva e a sujeitam ao Espírito.
Se você está consciente dos desejos da sua natureza pecaminosa, não deve se desesperar quanto à sua salvação. Apesar de ter consciência desses desejos, você não deve ceder a eles.
Quanto mais você crescer em Cristo, mais você sentirá esse conflito. A ira ou o desejo sexual podem ainda se agitar dentro de você, mas você não deve permitir que eles o governem.
O pecado pode instigar esses desejos, mas você não deve ceder a eles.

Retirado de Somente a Fé – Um Ano com Lutero Editora Ultimato.
Por Litrazini
Postar um comentário