Crescimento Espiritual : 2018

Pesquisar este blog

Em quem um cristão deve votar?

Resultado de imagem para Em quem um cristão deve votar?A Bíblia não diz em quem devemos votar mas nos dá algumas orientações para fazer uma escolha sensata. Cada cristão deve votar no candidato que acha mais adequado para governar. Nenhum candidato é perfeito e nenhum cristão está obrigado a votar em um partido específico. No entanto, devemos levar o voto a sério e tentar fazer uma escolha bem informada.
Nos tempos da Bíblia não havia democracia. Por isso, a Bíblia não fala diretamente sobre como votar. Mas há vários princípios gerais que podem ser aplicados para tomar uma decisão:
Analise suas opções
1 Tessalonicenses 5:21 diz que devemos analisar tudo com cuidado e ficar com o que é bom. Isso vale tanto para profecias (que é o contexto desse versículo) quanto para candidatos políticos. Uma decisão informada precisa ser… informada. Algumas informações básicas que você vai querer pesquisar são:

Um cristão deve se envolver em política?

Resultado de imagem para Um cristão deve se envolver em política?Sim, o cristão informado deve se envolver em política. Política no sentido geral é trabalhar para o bem comum da sociedade. Política pode envolver ajudar pessoas em necessidade, alertar as autoridades e ajudar a resolver problemas ou até trabalhar no governo. A Bíblia nos chama a cuidar dos outros e a ser uma bênção em tudo o que fazemos (Tiago 1:27).
Todo o crente pertence ao Reino dos Céus. Mas isso não significa que não pode se envolver na política do seu país. O cristão, enquanto vive aqui na terra, tem dupla nacionalidade. Isso significa que tem direitos e deveres para com o seu país terrestre e com o seu país eterno.
Ignorar a política numa sociedade democrática é irresponsável. Como cidadãos temos o poder para escolher quem vai governar. Se não fizermos também não temos direito de queixar quando um governador ruim é eleito, porque o nosso voto podia ter colocado uma pessoa mais honesta no seu lugar. É também o dever de todo o cidadão crente exigir que seus governantes sejam íntegros e cooperar com eles para melhorar a sociedade (1 Pedro 2:13-14).

JACÓ LUTA COM DEUS

“Aquele lugar chamou Jacó de Peniel, pois disse: Vi a Deus face a face, e a minha vida foi poupada.” (Gênesis 32.30)

Desde o seu nascimento, Jacó tinha o anseio de ser o primogênito, pois sabia que o primeiro filho tinha direito a muitas bênçãos, incluindo a herança dobrada e a liderança sobre a família (Deuteronômio 21.17). Além disso, o pai liberaria uma palavra de bênção para o primogênito (Gênesis 28:3-4).
Jacó tinha um forte desejo de ser o primogênito e esta vontade já se manifestara no momento de seu nascimento, pois nasceu agarrado no calcanhar de seu irmão gêmeo, Esaú, que por sua vez foi o primeiro a nascer. Por isso, seus pais o batizaram de Jacó (Yakov), que no original hebraico significa “calcanhar” (Ekev) ou “aquele que agarra o calcanhar”. Ele tinha nitidamente desejo de ser o primeiro, o príncipe. A palavra “príncipe” vem de "primeiro", em referência ao "primeiro filho que será abençoado" pelo pai em uma família monárquica.

UMA VEZ SALVO, SALVO PARA SEMPRE?

Não tem respaldo bíblico a crença do “uma vez salvo, salvo para sempre”. O livre arbítrio do homem não é cassado no momento em que aceita, pela fé, o Senhorio de Cristo. Os defensores dessa doutrina apresentam, dentre outros, a fala de Jesus; “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora” (Jo 6.37). Os que saem do Caminho, o fazem por livre e espontânea vontade.

“Uma vez salvo, salvo para sempre” não admite que haja apostasia (grego apostasia). “O termo grego é definido como decaída, deserção, rebelião, abandono, retirada ou afastamento daquilo a que antes se havia ligado. Na apostasia o relacionamento salvífico com Cristo é cortado.

O BATISMO É INDISPENSÁVEL À SALVAÇÃO?

“Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado” (Mc 16.16).
A fé salvífica precede o batismo. A Bíblia não diz “quem crer será salvo, desde que seja batizado”. Somente os salvos são batizados, confirmando publicamente sua filiação à família de Deus e se integrando na membresia da igreja local. Para não restar dúvida, o evangelista acentua: “Quem não crer será condenado”. Condenados estão os que não crerem.
Salvação, depois batismo. Esta é a sequência bíblica. Da mesma forma ocorre com os que participam da ceia do Senhor (Mt 28.19; At 2.37-38; 8.12-13; 9.36-39; 16.31-33; 18.8).
Não se pode estabelecer uma doutrina com base em um único texto bíblico, mas no conjunto de textos disponíveis, de modo que tudo fique muito bem entendido e interpretado.
A questão está muito clara em João 3.18: “Quem nele crê [em Jesus] não é condenado; mas quem não crê já está condenado.

A Bíblia fala em nomes de demônios?

Resultado de imagem para A Bíblia fala em nomes de demônios?Não, a Bíblia não fala em nomes de demônios. A Bíblia ensina que os demônios existem e são ativos no mundo mas ensina apenas o necessário para nos defendermos contra eles. O mais importante é conhecer a Deus. Não precisamos saber os nomes de demônios.
Jesus confrontou e expulsou vários demônios durante seu ministério. Na única vez que perguntou por um nome, ele perguntou ao homem, não ao demônio. O homem respondeu que se chamava Legião, porque tinha muitos demônios. Esse não era o nome de um demônio, era só uma indicação que eram muitos (Marcos 5:9-11).
Os demônios talvez tenham nomes mas não precisamos conhecê-los. Os demônios não são nossos amigos, para conhecer pelo nome. Quando aceitamos Jesus como salvador, temos autoridade para vencer todas as forças do diabo. Deus é muito maior que qualquer legião de demônios e isso é o mais importante (1 João 4:4).

O que era Moloque?

Resultado de imagem para o que é moloqueMoloque era um deus dos amonitas, que era adorado na terra de Canaã. O culto a Moloque ficou conhecido pelo sacrifício de crianças em honra ao ídolo. Na Bíblia, Deus proibiu a adoração a Moloque.
Os povos da terra de Canaã adoravam vários deuses falsos. Moloque era um desses deuses, associado ao povo amonita. O ritual mais notório da adoração a Moloque era o sacrifício de crianças, que eram queimadas no fogo para agradar a esse deus. Além disso, o culto a Moloque provavelmente envolvia as práticas típicas de outros rituais pagãos: prostituição, imoralidade sexual e idolatria.
Moloque e os israelitas
Deus proibiu por completo a adoração a Moloque, especialmente o sacrifício de crianças (Levítico 20:2-5). Essa prática era horrenda e Deus não queria que nenhuma criança morresse desse jeito. Quando os israelitas conquistaram Canaã, Deus ordenou a destruição de todos os povos que não se convertessem, para eliminar esse tipo de práticas repugnantes.

Edivaldo Santos prepara clipe da música “Meu Negócio é Com o Pai” e anuncia lançamento

O cantor e compositor de música gospel, Edivaldo Santos, que tem 31 anos de carreira e 12 álbuns gravados, anunciou através da sua conta no Instagram, o lançamento do seu mais novo clipe, o que ocorrerá em breve. 
O clipe que tem como título “O Meu Negócio é Com o Pai”, e direção do Pr. Ângelo Santos, ainda não têm data marcada para o lançamento, mas as imagens já foram feitas pela equipe do pastor Ângelo, numa cidade do interior da Bahia por nome Irará, e já está em fase de edição e a data do lançamento será divulgada nas próprias redes sociais do cantor.O Meu Negócio é Com o Pai, é uma canção de autoria de Edivaldo Santos, está contido no seu mais novo CD lançado em 2017. O CD que tem como título “Paulo e Silas na Prisão” contém 12 faixas, das quais nove são de sua própria autoria e três são de autores diferentes e tem os arranjos assinados pelo maestro Daniel Alves.

SOLIDÃO E AFLIÇÃO


Volta-te para mim e tem misericórdia de mim, pois estou só e aflito. (Sl 25.16.
Quando a solidão e a aflição se encontram e permanecem juntas por algum tempo, o sofrimento é muito maior.
Foi por isso que o salmista orou: “Volta-te para mim e tem misericórdia de mim, pois estou só e aflito” (Sl 25.16).
Passar por uma aflição qualquer sem ter alguém do lado é muito complicado.
A ausência desse alguém significa que não teremos mão para nos segurar, braço para nos abraçar, ouvidos para nos ouvir, boca para nos consolar, olhos para nos mostrar simpatia, nem ombros sobre os quais possamos chorar.

A PRESENÇA DE CRISTO NO LAR

Um lar cristão é o lugar onde a presença de Cristo é a característica mais forte e a principal atração. Cada membro da família tem consciência de Sua presença, governo e orientação.
O que faz com que a família seja dinâmica, vital e espiritual é a presença de Cristo agindo em nosso interior, transformando-nos à sua semelhança. “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela” Sl 127.1.Tal como expressa o salmista, sem a presença de Cristo no lar, todas as ações, aspirações e esperanças se frustram. Como podemos ter a presença de Deus no lar diariamente? Qual é a nossa responsabilidade para que isso ocorra?
Antes de Deus estabelecer uma ordem sacerdotal em Israel, os pais atuavam como sacerdotes de seu lar. Notemos alguns exemplos:

A GRAÇA E O AMOR DE JESUS

Por mais profunda que seja sua angústia, Ele está presente. Por maior que seja sua dor, Ele está presente. Por mais humilhante que seja sua situação de abandono, Ele está presente. Por mais traumática que seja a sua perda, Ele está presente. Por mais desérticos que sejam os seus relacionamentos, Ele está presente.
Jesus está presente! Jesus não o deixa. Você pode abandoná-lo, mas Ele não o abandona. Entenda o profundo significado das promessas de Cristo a este respeito: “...Não te deixarei e nem te desampararei (Js. 1.5); “...Aquele que vem a Mim de maneira nenhuma o lançarei fora”(Jo. 6.37).
A maioria dos evangélicos tem procurado viver uma fé emotiva, baseada naquilo que sentem e não naquilo que a Palavra de Deus diz. A grande maioria diz: “Irmãos, sintam a presença de Deus!”, ou “Eu estou sentindo que Jesus está aqui!”; ou mesmo “Eu não tenho sentido a presença de Deus na minha vida.”
Sentindo ou não, eu sei que Jesus está comigo porque a Bíblia me garante isto. Que é mais importante? O que eu sinto, ou o que a infalível Palavra de Deus diz? Ela garante que nos momentos de mais dura provação, Deus está comigo: “Quando passares pelas águas eu serei contigo; quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti” (Is. 43.2).

Resgatando valores perdidos no lar

“Ou qual é a mulher que, tendo dez dracmas, se perder uma, não acende a candeia, varre a casa e a procura diligentemente até encontrá-la? E, tendo-a achado, reúne as amigas e vizinhas, dizendo: Alegrai-vos comigo, porque achei a dracma que eu tinha perdido.” – (Lc 15.8,9)
Jesus utiliza esta ilustração de um fato natural para refletir uma verdade espiritual. Neste caso, nas três parábolas contadas neste capítulo, ele fala de algo que se perde e é reencontrado. Uma aplicação clara ao pecador que se arrepende e é “reencontrado” por Deus é feita nas três parábolas. Porém, além deste entendimento claro e específico, acredito que, assim como toda porção profética da Palavra de Deus, temos algo mais a aprender neste ensino.
Jesus falou sobre uma perda que aconteceu dentro de casa, e quero fazer uma aplicação espiritual disto para nossos lares e casas. Alguns podem achar que estamos apenas “espiritualizando” um texto fora de seu contexto, mas a cosmovisão bíblica dá suporte a este tipo de interpretação, desde que se harmonize com o restante dos princípios explícitos das Escrituras Sagradas.

Brigamos muito em casa...

"Se vocês ficarem com raiva, não deixem que isso os faça pecar e não fiquem o dia inteiro com raiva" (Ef. 4:26).
Conflitos entre marido e mulher são inevitáveis. Um casamento sem "brigas" é tão perigoso quanto os que brigam excessivamente. Não é normal quando o casal não consegue passar um dia sem atritos. Existem casais que brigam uma vez por mês, outros uma vez por semana, outros uma vez por dia, e outros todo dia, o dia todo. Brigam no café da manhã, no almoço, na merenda, no jantar, no último chá da noite e até dormindo, porque são sonâmbulos. Isso parece irônico, mas é uma realidade. O fim dos conflitos pode estar na descoberta das causas e na busca por soluções efetivas. Quase sempre as agressões verbais ou físicas revelam que há ciúmes, falta de humildade para reconhecer o erro, estresse, ressentimentos, desejo de se vingar, crise espiritual, desajuste sexual, cansaço mental, acúmulo de insatisfação, sentimentos negativos do passado, sentimentos de culpa não resolvidos, incompreensão, imaturidade, falta de perdão etc.

Será que os anjos realmente têm asas? Onde na Bíblia diz que anjos têm asas?


Resultado de imagem para anjos de deusOs anjos são normalmente representados como tendo asas, mas a Bíblia normalmente apresenta-os como aparecendo como homens(sem asas). Por exemplo, três anjos que apareceram a Abraão e ele a princípio pensou que fossem homens (Génesis 18:2). Da mesma forma, quando um anjo apareceu aos pais de Sansão, ele pensaram que ele era um "homem de Deus" (Juizes 13:9-10). Hebreus 13:2 diz que algumas pessoas "sem o saber acolheram anjos", indicando que eles se parecem como seres humanos normais.
Às vezes anjos aparecem de branco. Exemplos: João 20:12 e Atos 1:10. Mas asas nunca são mencionadas.
Imagem relacionadaExiste uma passagem que descreve um anjo "veio, rapidamente voando" (Daniel 9:21), mas mais uma vez não são mencionadas asas. E não há razão para pensar que um ser espiritual necessite de asas para voar.

Maria Madalena: quando o poder se aperfeiçoa na fraqueza

Embora muitas versões sejam contadas em torno da personagem Maria Madalena, o estudo aprofundado das Escrituras nos leva a uma verdade que somente confirma a perfeição do caráter de Cristo e a Sua missão como Salvador da humanidade.
Maria Madalena é, sem dúvida, um dos personagens mais conhecidos do Novo Testamento. Citada cerca de 12 vezes nos evangelhos canônicos, ela é, mais do que qualquer outro discípulo, a que tem maior destaque. Mas o que a fez realmente famosa foi a crença difundida de que ela fora uma prostituta que, posteriormente, teve alguma relação afetiva com Jesus. Será isso verdade? Procede a dedução de que Cristo fora casado? A versão popular sobre Maria corresponde à realidade? E a famosa expressão “Maria Madalena arrependida” pode ser um exemplo legítimo de arrependimento e transformação? Vejamos a seguir.
Imagem relacionadaEsposa de Cristo?
Não é de hoje que filmes, livros e documentários insinuam um suposto casamento entre Jesus e Maria Madalena. Contudo, nem os teólogos e historiadores mais liberais apostam suas fichas na teoria de um possível relacionamento entre eles. Não há nada de concreto que aponte para isso. Nem mesmo os aficionados por teorias conspiratórias podem afirmar que essa é uma verdade que a igreja ocultou dos fiéis.

A personalidade do Espírito Santo

Imagem relacionadaExistem pelo menos quatro importantes evidências bíblicas de que o Espírito Santo é também um Ser pessoal distinto do Pai e do Filho. 
Pr. Alberto R. Timm, Ph.D.*
Algumas pessoas têm grande dificuldade para entender o que a Bíblia diz a respeito da natureza do Espírito Santo. Isso se deve, em grande parte, ao fato de enfatizarem determinadas características deste Ser divino em detrimento de outras, e de não conseguirem conciliar os atributos da personalidade e da onipresença em um só Ser. Para elas, se o Espírito Santo é uma Pessoa, então Ele não pode estar em toda parte ao mesmo tempo; e, por outro lado, se Ele é onipresente, então não pode ser uma Pessoa. Baseados nessa pressuposição, chegam mesmo a crer que Deus Pai e Deus Filho, sendo Seres pessoais, só conseguem ser onipresentes através do Espírito Santo, que, por sua vez, não pode ser mais do que um mero poder despersonalizado.

Arrebatamento – Estudo Teológico

Uma análise bíblica sobre a doutrina do secreto e invisível arrebatamento instantâneo da Igreja.
Dr. Samuele Bacchiocchi*
Quando Jesus prometeu aos Seus discípulos: “Eu voltarei” (João 14:3), Ele criou uma esperança que têm ardido no coração de quase todos os cristãos por 2.000 anos. E, raras vezes desde o primeiro século dC. tem esta esperança queimado mais intensamente nos corações dos cristãos do que hoje.
Esta esperança é escurecida, no entanto, por uma sombra. Segundo a Bíblia, um momento terrível de angústia, muitas vezes chamado de “tribulação” – terá lugar na Terra pouco antes da segunda vinda de Cristo. Por quase 1.800 anos, os cristãos acreditavam que todo o povo de Deus iria passar por essa tribulação. No entanto, cerca de 200 anos atrás, uma nova teoria foi proposta – que Deus levará os verdadeiros cristãos para fora do mundo e os transportará para o céu antes da Tribulação. Aqueles que ficarem para trás passarão pela Tribulação, durante a qual milhões de judeus serão convertidos ao cristianismo. A segunda vinda de Cristo ocorrerá no final da Tribulação.

O que a Bíblia diz sobre homossexualismo?

Imagem relacionadaA Bíblia diz que o homossexualismo é errado, tal como qualquer outro pecado. Toda a prática sexual, fora o casamento entre um homem e uma mulher, é errada. Mas Deus enviou Jesus para nos libertar do pecado. O crente deve amar todas as pessoas, incluindo os homossexuais, mas não pode concordar com a prática do homossexualismo.
A Bíblia fala mesmo sobre o homossexualismo?
Sim, a Bíblia fala um pouco sobre homossexualismo. A lei do Antigo Testamento proibia que dois homens tivessem relações sexuais, junto com outras práticas sexuais erradas (Levítico 18:22-23). Esse foi também um dos muitos pecados que condenaram Sodoma e Gomorra.
Resultado de imagem para O que a Bíblia diz sobre homossexualismo?No Novo Testamento, em Romanos 1:26-27 o homossexualismo generalizado é indicado como sintoma de uma sociedade que rejeitou a Deus. Na Grécia e em Roma,

A Televisão é o meu pastor

Leia atentamente o Salmo 23, o salmo do bom pastor, e considere esta paráfrase do outro lado do Salmo 23, dentro de um contexto da televisão:O televisor é o meu pastor e tudo me faltará.
  1. Me faltará tempo - para ler a Bíblia e para orar; para brincar com meus filhos e ler para eles; para conversar com a minha família; para ter comunhão com meus irmãos e amigos.
    Me faltará esperança - porque os noticiários me encherão de medo do futuro.
    Me faltará amor - porque a violência do meu semelhante vai me incentivar a odiá-lo.
    Me faltará fé - porque a minha mente estará alimentada por sentimentos de derrota, e os meus pensamentos estarão alimentados pelas circunstâncias.
  2. Ele me induz a deitar-me sobre a poltrona da acomodação.
    E eu fico preso, horas por dia, aos seus ensinamentos a
    maldiçoados.
    Resultado de imagem para perigos da televisão para os nossos filhosQuando volto do trabalho, prefiro estar com ele a estar com a minha família, a visitar alguém, a ler ou a conversar.

A importância da figura masculina.


Recentemente, li um artigo extraordinário sobre o assunto do motivo por que tantos rapazes estão revoltados, chateados e rebeldes. A escritora desse artigo (Tiffani) tem cinco filhos, inclusive dois meninos com as idades de 14 e 2 anos. No laboratório de uma vida familiar feliz, estável e caótica, ela criou essa louca teoria: de que os meninos precisam de homens para lhes ensinar a ser homens. Loucura, não é?
À medida que Tiffani observava os padrões morais, atitudes, ética profissional e senso de responsabilidade da sociedade se deteriorarem, ela não conseguia deixar de especular se a falta de um homem forte na vida dos meninos os transforma de "doces, amorosos menininhos corados" em adolescentes monstruosos. E ela ficou pensando. será que a rebelião na adolescência é uma fase natural da vida, ou será que é causada por algo de que os meninos têm falta?

Educar filhos não é difícil

Não é nada raro presenciar cenas como a que vimos alguns dias atrás...
Era sábado à noite e saímos nós dois para jantar. Próximo de onde nos sentamos, algumas crianças pequenas começaram a brincar. Elas subiam e desciam, gritavam e se agitavam, como qualquer criança cheia de saúde e alegria. Não sei quantas vezes ouvi pai e mãe chamando as crianças. Diziam não, chamavam para perto de si, mandavam que sentassem e prometiam alguma disciplina que em nenhum momento os vi colocar em prática.
Houve um tempo em que um olhar bastava, um ou dois nãos e algumas chineladas... Essas então funcionavam na hora.
Resultado de imagem para educar filhosAgora, dez nãos, alguns tapas e olhares de reprovação, esses então, não fazem diferença alguma.
O problema são as crianças de hoje, dizem muitos. Elas já nascem espertas demais, já não obedecem, não escutam a gente, dizem os pais. Será?
Neste dia das crianças milhares de pais irão presentear seus filhos, levá-los para passear e fazer o que eles quiserem. Ótimo, crianças precisam disto. Entretanto, temo que muitos destes presentes e mimos sejam apenas formas de amenizar culpas e compensar a ausência e até gastar um dinheiro que talvez nem tenham.

História do Dia das Mães

Origens da comemoração na Grécia, Roma, Inglaterra, Estados Unidos, significados, oficialização da data, tradição da entrega de presentes, comercialização desta data comemorativa

Resultado de imagem para origem dia das maesNo Brasil, o Dia das mães é comemorado sempre no segundo domingo de maio (de acordo com decreto assinado em 1932 pelo presidente Getúlio Vargas). É uma data especial, pois as mães recebem presentes e lembranças de seus filhos. Já se tornou uma tradição esta data comemorativa. Vamos entender um pouco mais sobre a história do Dia das Mães.
História do Dia das Mães
Encontramos na Grécia Antiga os primeiros indícios de comemoração desta data. Os gregos prestavam homenagens à deusa Reia, mãe comum de todos os seres. Neste dia, os gregos faziam ofertas, oferecendo presentes, além de prestarem homenagens à deusa.

O que é o pecado de blasfêmia contra o Espírito Santo?

Resultado de imagem para espírito santo de deusA blasfêmia contra o Espírito Santo é uma rejeição total e contínua de Deus e é o único pecado que não tem perdão. Quem blasfema contra o Espírito Santo o rejeita completamente, não chegando nunca ao arrependimento.
Jesus disse que todos os pecados serão perdoados, exceto a blasfêmia contra o Espírito Santo (Marcos 3:28-29). A Bíblia não diz exatamente o que é a blasfêmia contra o Espírito Santo mas podemos entender o que significa pelo contexto.
Os fariseus tinham acusado Jesus de expulsar demônios pelo poder de Belzebu, o príncipe dos demônios. Jesus lhes explicou que isso era ridículo, porque Satanás não trabalha contra si mesmo. Jesus também avisou que só há dois lados: quem não está com ele está contra ele (Mateus 12:30-31). Depois ele disse que todo o pecado, exceto a blasfêmia contra o Espírito Santo, seria perdoado.
Veja também: o que é blasfêmia?

O que era o espinho na carne de Paulo?

Resultado de imagem para espinho na carne de PauloA Bíblia não diz o que era o espinho na carne de Paulo. Apenas sabemos que o espinho na carne atormentava Paulo e que Deus não o retirou. Apesar de lhe causar muito sofrimento, o espinho na carne ajudou Paulo a se manter humilde. Paulo recebeu um espinho na carne depois de ter uma visão gloriosa do paraíso. O espinho na carne serviu para que ele não se tornasse arrogante ou se achasse superior por causa da revelação que teve (2 Coríntios 12:7). Paulo sofreu muito com o espinho na carne e orou três vezes a Deus pedindo que o retirasse. Mas a resposta que recebeu foi que a graça de Deus lhe bastava (2 Coríntios 12:8-9). Deus não retirou o espinho na carne mas ajudou Paulo em sua fraqueza.Não há mais nenhuma referência ao espinho na carne de Paulo, por isso ninguém sabe o que era.

Um crente pode ser possuído por um demônio?

Imagem relacionadaNão, um crente não pode ser possuído por um demônio (pertencer ao demônio) mas pode ser influenciado por um demônio. Quando você aceita Jesus como seu salvador, você passa a pertencer a Deus, não mais ao mundo das trevas. Mas isso não significa que os demônios vão abandonar a casa sem dar luta. Muitas vezes, ficar liberto de demônios faz parte do processo de santificação na vida do crente.

Ter um demônio é sinal que a pessoa não está salva?

Resultado de imagem para Um crente pode ser possuído por um demônio?Não, uma pessoa pode ser salva e ter um demônio. Mas, ao contrário da pessoa não salva, esse demônio não tem direito de ficar dentro dela, porque pertence a Deus. Como a pessoa já é salva, o demônio não poderá destruí-la completamente mas causará o máximo de danos que conseguir.

Deus perdoa tudo?

Sim, Deus perdoa todos os pecados daqueles que aceitaram a Seu Filho Jesus Cristo como seu Senhor e Salvador.

Então Deus perdoa todos os pecados?

Imagem relacionadaAlgo que nos pode ajudar a entender como as coisas funcionam é pensar que para quem crê em Jesustodos os pecados são perdoáveis (e perdoados), enquanto que para quem não crê em Jesusnenhum pecado é perdoável (e perdoado).Para os que são verdadeiramente salvos todos os pecados são perdoados, pode confiar, mesmo que o inimigo queira te convencer do contrário. Essa é uma das suas estratégias para te deixar confuso e triste.
Ainda não tem a certeza se foi perdoado? Descubra aqui: como posso saber se Deus me perdoou?

E o pecado imperdoável?

Jesus disse que existe um pecado que é imperdoável, a blasfêmia contra o Espírito Santo (Marcos 3:29Mateus 12:31-32Lucas 12:10).

Existe amizade entre homem e mulher? O que a Bíblia diz?

Resultado de imagem para Existe amizade entre homem e mulher? O que a Bíblia diz?Sim, existe amizade entre homem e mulher. Essa amizade pode se tornar em um relacionamento romântico ou se manter apenas como amizade. Na amizade entre homens e mulheres, cada pessoa deve conhecer seus próprios limites.
Nem toda a amizade entre homens e mulheres tem interesses românticos ou físicos. Existem vários tipos diferentes de amizade que acontecem entre um homem e uma mulher, como:
  • Amizade romântica - quando os sentimentos de amizade se transformam em desejos românticos, que podem levar ao casamento
  • Amizade fraternal - as pessoas podem ter uma amizade parecida com a amizade que têm com seus irmãos
  • Amizade paternal - essa amizade normalmente acontece entre pessoas de idades diferentes, surgindo um amor parecido com pais e filhos
Resultado de imagem para Existe amizade entre homem e mulherToda a amizade verdadeira tem amor. Mas nem toda a amizade tem atração física. Se um irmão e uma irmã podem ser amigos sem sentirem nada de romântico, por que isso não pode acontecer entre homens e mulheres que não têm laços de sangue? A possibilidade de romance existe mas não é garantido que aconteça.

O Que é Tomar a Santa Ceia Indignamente?

Resultado de imagem para O Que é Tomar a Santa Ceia Indignamente?Muita gente se pergunta o que é tomar a Santa Ceia indignamente. Essa dúvida está diretamente relacionada ao texto em que Paulo repreende alguns crentes de Corinto que estavam justamente participando da Ceia do Senhor indignamente. Por isso o apóstolo escreve: “Por esse motivo, quem comer do pão ou beber do cálice do Senhor indignamente será culpado de pecar contra o corpo e o sangue do Senhor” (1 Coríntios 11:27).
Por que eles estavam tomando a Ceia indignamente?
Quando Paulo escreveu suas cartas aos coríntios, a comunidade cristã da cidade de Corinto estava enfrentando sérios problemas. Havia a formação de facções entre os membros da igreja. Alguns estavam trazendo ideias e práticas pagãs para os cultos públicos. Outros estavam usando de forma completamente errada os dons espirituais etc.
Naturalmente todo esse ambiente resultou também em problemas na celebração da Santa Ceia do Senhor. Naquela época a Igreja Primitiva tinha o costume de celebrar a Ceia do Senhor nas festas de fraternidade. Essas festas eram chamadas de Agape, isto é, festas do amor. Saiba mais sobre o significado de ágape.
Resultado de imagem para O Que é Tomar a Santa Ceia Indignamente?O objetivo primário dessas festas de fraternidade era exprimir a unidade e amor entre os cristãos. Nessas ocasiões os cristãos mais abastados também compartilhavam alimentos com os mais pobres. Mas não era isso que acontecia na prática na igreja de Corinto.
Na verdade os crentes coríntios faziam dessas festas verdadeiros banquetes que favoreciam a glutonaria e a embriaguez de certos grupos. Enquanto isso, outros membros da comunidade ficavam excluídos. Enquanto alguns comiam exageradamente, outros passavam fome. Esse comportamento revelava, inclusive, o contraste social entre aqueles cristãos. Parece que os mais pobres eram envergonhados pelos mais ricos (cf. 1 Coríntios 11:22).

O que Deus diz sobre o namoro?

Deus não diz nada sobre "namoro" na Bíblia, mas fala muito sobre relacionamentos e como as pessoas devem se comportar antes do casamento. A Bíblia não fala nada sobre namoro por uma razão muito simples: o "namoro" é um conceito muito recente, e não existia na forma como conhecemos hoje quando a Bíblia foi escrita. Na Bíblia vemos que as pessoas entram em uma dessas categorias: amigos/irmãos em Cristo, noivos, ou casados. Ou só existia amizade, ou então o compromisso era sério.Mas nós podemos retirar alguns princípios teológicos, que encontramos na Bíblia, e que podem nos ajudar a entender o que Deus espera de quem está namorando.
1. Namoro deve ter um objetivo: Casamento

Um relacionamento romântico não deve ser iniciado com outro objetivo que não seja o casamento. Isso não significa que todos os namoros vão dar em casamento, mas significa que quando dois cristãos iniciam um relacionamento, eles não devem estar pensando apenas em se divertir, "só para ver no que vai dar", ou porque "todo mundo está fazendo o mesmo". As pessoas envolvidas devem aproveitar esse tempo para se conhecerem ainda melhor, tendo em vista uma possível união eterna.

Como saber se devo terminar o namoro?


Resultado de imagem para terminar o namoroSe você está se perguntando se deve terminar o namoro, provavelmente seu namoro já tem problemas. O namoro visa o casamento, que é um compromisso para a vida toda (Marcos 10:7-9). Por isso, é importante buscar a vontade de Deus para esse relacionamento (Tiago 1:5).
Para saber se deve terminar o namoro, faça duas perguntas:

1. O namoro está dentro do padrão de Deus?

Pense um pouco no seu relacionamento – é saudável? Um namoro sem amor, respeito, dignidade e paciência não vai levar a um casamento feliz. O namoro é a fase em que o casal aprende a se adaptar um ao outro. Se os dois não estão prontos para mudar suas atitudes erradas durante o namoro, não vai acontecer no casamento.
Quer saber se seu namoro está dentro do padrão de Deus? Leia aqui: como deve ser o namoro cristão?

Segui a Paz Com Todos e a Santificação – Estudo Hebreus 12:14

Imagem relacionada“Segui a paz com todos e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor” é um ensino bíblico registrado no capítulo 12 e versículo 14 da Epístola aos Hebreus. Esse é um dos versículos mais conhecidos da Bíblia, e certamente nos trás lições muito importantes.
O contexto da frase “segui a paz com todos e a santificação”
O escritor do livro de Hebreus estava escrevendo para cristãos judeus que viviam fora da Palestina. Esses cristãos estavam enfrentando muitas dificuldades e sofrimento por causa de sua fé. Inclusive, para alguns deles o martírio era uma possibilidade real na perseguição implacável do século 1 d.C.
Então o escritor neotestamentário escreveu uma carta encorajando esses cristãos a permanecerem firmes em Cristo Jesus. Na primeira parte do capítulo 12, ele fala sobre a disciplina divina (Hebreus 12:1-13). Ele exorta seus leitores a:
Olharem para Jesus (versículos 1-3).
Aceitarem a correção de Deus (versículos 4-6).
Suportarem o sofrimento (versículos 7-11).
Serem fortes (versículos 12,13).

O que o homem está buscando em uma mulher?

Por Andre Batista / Imagem: Fotolia

Todos os dias a sociedade dita padrões de beleza praticamente inalcançáveis, coagindo mulheres a se submeterem a tratamentos estéticos arriscados e, pior, a se sentirem mal em relação ao próprio corpo. Essa ditadura estética pregada em filmes, novelas e revistas convence a muitas que uma mulher só poderá ser feliz na vida amorosa se estiver enquadrada nesses padrões estéticos. Mas será que isso é verdade?
De acordo com o escritor Renato Cardoso, autor do livro “Namoro Blindado – O Seu Relacionamento À Prova de Coração Partido”, para uma mulher ser feliz na vida amorosa ela não precisa seguir os loucos padrões de beleza impostos pela mídia, pois o que o homem busca, mais do que qualquer outra coisa, é uma companheira sati
sfeita consigo mesma.
Resultado de imagem para casal felizE como ter essa confiança?
A principal característica da pessoa autoconfiante é que ela não se importa com o que os outros pensam ou em quais padrões estéticos ela não se enquadra. Ao invés de dar atenção a isso, ela dá atenção ao seu Criador.

O que Deus diz sobre o aborto?

Resultado de imagem para aborto o que abiblia dizNa Bíblia Deus não fala sobre aborto mas Ele reconhece o bebê não nascido como uma pessoa que tem valor. Deus proíbe a matança de pessoas inocentes mas Ele oferece perdão para quem se arrepende.
Um feto é uma pessoa?
Sim, a Bíblia mostra que o feto já é uma pessoa. Deus forma a pessoa dentro de sua mãe e já tem planos para a vida do embrião (Salmos 139:13-16). Várias pessoas na Bíblia foram chamadas por Deus desde o ventre:
Jeremias – Jeremias 1:5
João Batista – Lucas 1:13-15
Paulo – Gálatas 1:15
Resultado de imagem para aborto o que abiblia dizCientificamente, a partir do momento de concepção o ADN possui toda a informação necessária para se tornar uma pessoa adulta completa. Não existe nenhum critério seguro para dizer que a vida apenas começa a partir de certo grau de desenvolvimento. Dependendo da interpretação, pode ser a partir do momento quando tem todos os órgãos ou quando chega à puberdade!
Os mesmos argumentos que dizem que um feto não é uma pessoa podem ser usados contra uma criança de seis meses. A ciência não ajuda a identificar o momento quando nos tornamos pessoas.

O que é a Páscoa? Qual é o significado da Páscoa?

Imagem relacionadaA Páscoa é a celebração da morte e ressurreição de Jesus, o acontecimento mais importante para todos os cristãos. É celebrada todos os anos num domingo, entre 22 de Março e 23 de Abril.
O significado da Páscoa
Páscoa vem da palavra hebraica pesah e significa passagem. Para os cristãos é a passagem de Jesus da morte para a vida, trazendo salvação para todos que crêem nele (João 5:24). Quando morreu e ressuscitou, Jesus pagou o preço do pecado e nos deu uma nova oportunidade para ter um relacionamento pessoal com Deus (Romanos 8:1-2). Esse foi o grande objetivo dele ao vir à terra.
A Páscoa tem sido celebrada pelos seguidores de Jesus desde muito cedo na sua História. Hoje, pessoas de todo o mundo se juntam para comemorar essa grande vitória, que mudou suas vidas.
Imagem relacionadaA Páscoa judaica
Os judeus também têm uma festa chamada Páscoa, que é bem mais antiga. Como podemos ler em Êxodo 12, quando Deus tirou o povo hebreu do Egito, enviou primeiro um anjo para matar o filho mais velho de todas as famílias egípcias. Para evitar a praga, Deus mandou os judeus matar um cordeiro por família, em lugar do filho mais velho, e pôr o sangue à volta da porta de casa. Assim, o anjo passou mas não matou os filhos dos hebreus. Nessa noite saíram do Egito. Então, na festa judaica da Páscoa, a “passagem” significa a passagem do anjo da morte.

O Uso de Cerveja e Vinho: Os Conselhos da Bíblia


A Bíblia não se refere em um número de lugares ao vinho e à bebida forte? Não encontramos frequentemente relatos de pessoas bebendo álcool na Bíblia? Não podemos assumir, então, que as Escrituras de modo geral não condenam o uso de bebidas alcoólicas?
É verdade que encontramos frequentemente pessoas tomando álcool na Bíblia e que as Escrituras falam de bebidas alcoólicas, porém precisamos ser cuidadosos para não ler de modo muito superficial tais textos.
Quando o nosso Velho Testamento em Português se refere ao álcool, ele geralmente usa as palavras vinho ou bebida forte. Desse modo em qualquer exame da atitude do Velho Testamento para com o álcool deve ser levado em conta as diferentes palavras Hebraicas traduzidas por estes dois termos Portugueses.

Onde Jesus esteve dos 12 aos 30 anos de idade?

Alguns sugerem que nesse período Cristo Se afastou da Palestina para viver em algum lugar do Extremo Oriente. Outros propõem que nessa época Ele tenha Se ausentado da Terra para visitar outros planetas...
Como os evangelhos não mencionam explicitamente o que ocorreu com Cristo dos 12 aos 30 anos de idade, muitas pessoas se sentem na liberdade de conjecturar a esse respeito. Alguns sugerem que nesse período Cristo Se afastou da Palestina para viver em algum lugar do Extremo Oriente. Outros propõem que nessa época Ele tenha Se ausentado da Terra para visitar outros planetas. Já um terceiro grupo alega que Ele permaneceu na Palestina, vivendo uma vida moral relativamente depravada. Mas, por mais originais que sejam essas teorias não passam meras especulações humanas, destituídas de base bíblica e de comprovação histórica.

A ciência confirma: ter irmãs lhe transforma em uma pessoa melhor


Já foi comprovado por pesquisas que ter irmãos faz com que a pessoa viva por mais tempo, seja mais responsável, diminua o estresse e seja mais pacificadora. Mas ter irmãs pode oferecer ainda mais benefícios.
Ter uma irmã não significa apenas ter alguém para brincar de boneca ou alguém para dividir as roupas. Pode parecer difícil de acreditar quando as irmãs brigavam muito na infância, mas estudos mostram que ter uma irmã oferece muito mais benefícios. Benefícios até para a saúde mental.
O professor assistente, Alex Jensen, do departamento de vida familiar, na Universidade de Brigham Young, explicou ao Huffington Post que ter irmãs ajuda a desenvolver habilidades sociais, como comunicação e negociação.

5 sinais de que essa pessoa não é sua amiga de verdade

A amizade pode ser uma arma poderosa para combater doenças e depressão e até aumentar a expectativa de vida, segundo reportagem do The New York Times.
Um estudo australiano, que durou 10 anos, descobriu que pessoas com um círculo grande de amigos eram 22% menos prováveis de morrer durante o estudo do que outros participantes com menos amigos. Outro estudo feito em Havard comprovou que uma vida social forte pode promover a saúde do cérebro.
"Há tantas coisas sobre famílias e casamento, mas muito pouco sobre amizades. Isso me intriga. Amizade tem mais impacto na nossa saúde psicológica do que relacionamento familiar.", diz Rebecca G. Adams, professora de sociologia na Universidade da Carolina do Norte.