Pesquisar este blog

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

Por onde começar para entender a Bíblia?

Muitas pessoas sabem que a Bíblia é boa e importante, e até gostariam de entendê-la. Mas quando começam a ler, ficam confusas e, muitas vezes, desistem do estudo quase antes de iniciar. Por onde começar para entender a Bíblia? Quero oferecer algumas sugestões práticas.
(1) Comece com uma vista panorâmica da Bíblia.
Observe que a Bíblia tem duas divisões principais: o Antigo Testamento, que é composto de livros escritos antes do nascimento de Jesus, e o Novo Testamento, que foi escrito depois da vinda dele.
O Antigo Testamento pode ser dividido em (a) livros da Lei (Gênesis – Deuteronômio), que falam sobre as origens do povo judeu e da lei que Deus lhes deu, (b) livros de História (Josué – Ester), que registram fatos importantes sobre os israelitas entre 1.400 e 400 anos a.C., (c) livros de Sabedoria (Jó – Cântico dos Cânticos) e (d) livros de Profecia (Isaías – Malaquias), que relatam mensagens especiais de Deus para os homens ao longo de 500 anos.
O Novo Testamento se divide em (a) relatos do Evangelho (Mateus – João), que falam da vida de Jesus na terra, (b) um livro de História (Atos dos Apóstolos), que fala dos primeiros 30 anos da igreja primitiva, (c) cartas aos cristãos (Romanos – Apocalipse), escritos para orientar e encorajar igrejas e indivíduos no seu serviço ao Senhor.
(2) Desenvolva o costume de leitura.
Escolha uma abordagem à leitura e separe algum tempo cada dia para ler e conhecer o conteúdo da Bíblia. Muitas pessoas olham para a Bíblia como se fosse um livro tão grande e difícil que passam a vida toda sem ler a palavra de Deus de começo ao fim, nem sequer uma vez na vida! Você sabia que o investimento de 15 a 20 minutos por dia é o suficiente para ler a Bíblia toda em apenas um ano? E se dedicar uma hora por dia à leitura, poderia ler todos os livros da Bíblia em três ou quatro meses!
(3) Estude o texto de livros específicos.
Além da leitura, dedique um tempo para regularmente estudar livros da Bíblia. Boas escolhas para iniciar são livros como Gênesis, ou um dos relatos do Evangelho. Pela leitura, vai conhecer os demais livros e já poderá escolher outros para estudar depois de terminar os primeiros. O estudo dos textos bíblicos, especialmente estudando livros completos, é uma das coisas mais importantes para evitar os erros que resultam de distorções e aplicações erradas. É importante compreender os textos no seu contexto.
(4) Faça estudos de assuntos importantes para esclarecer dúvidas e entender como agir.
Na leitura, nos estudos textuais, e nas conversas com outros, surgirão perguntas. Procure respostas por meio de estudo cuidadoso, verificando o sentido de palavras, juntando informações de vários textos e sempre lembrando do contexto. Para isso, uma das ferramentas mais úteis é um dicionário comum, pois encontramos palavras na Bíblia que não temos costume de usar no dia-a-dia. Para leitores mais avançados, há outros recursos como dicionários bíblicos e léxicos que ajudam no entendimento mais profundo e preciso de palavras usadas nas Escrituras, mas pode começar muito bem sem a necessidade de tais livros.
(5) Prepare o coração para aceitar e aplicar a palavra.
Esta última sugestão pode ser a mais importante de todas. É comum e correto pensar que o estudo das Escrituras pode nos ajudar a melhorar nosso caráter e comportamento. Mas Tiago, o autor de um livro bem prático no Novo Testamento, mostra que precisamos chegar às Escrituras com um coração disposto a aprender, livre dos impedimentos da maldade. Ele disse: APortanto, despojdando-vos de toda impureza e acúmulo de maldade, acolhei, com mansidão, a palavra em vós implantada, a qual é poderosa para salvar a vossa alma. Tornai-vos, pois, praticantes da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos” (Tiago 1:21-22).
Com paciência, disciplina e dedicação, você terá o prazer de aprender muito sobre a vontade de Deus!

Autor: Dennis Allan Estudos Gospel
Postar um comentário