Pesquisar este blog

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Salas Sem Paredes

Que tempo é esse que estamos vivendo! Pessoas conectadas num computador em qualquer lugar do mundo estão trocando informações a velocidades inimagináveis, ignorando distancias e fronteiras. É o mundo interativo da rede de computadores. São sinapses eletrônicas do cérebro global. O mundo virtual desencadeia bilhões de informações de um lado ao outro do planeta. Sites de relacionamento como o Face book, Orkut e outros do gênero, se tornam mania nacional no Brasil. É evidente que frequentar sites interativos é uma boa maneira de manter contatos, mas é preciso ter cuidado para conter a raiva, a ansiedade e principalmente a curiosidade nessas salas sem paredes.
Com toda essa evolução digital o internauta se sente livre para expressar seus talentos e aspectos de sua personalidade, que podem surpreender uns e aborrecer outros, isso porque todos temos um lado ambíguo de ser e ai se não conter esses impulsos pode criar uma situação no minimo complicada. Pessoa conectada a rede fica imersa no mundo virtual e perde-se a noção de tempo e de espaço. Num relacionamento entre pessoas torna-se quase impossível num primeiro contato expor seus sentimentos. Não é o que acontece nesse mundo virtual. Como está num quase sonho de expectativas, carências afetivas, desejoso de ser reconhecido expor suas ideias se abre para o mundo interativo como se estivesse conversando com alguém que já conhece há muitos anos e o lado intimo de cada um se manifesta.
Alguns com textos e fotos, procura mostrar como é feliz. Fala das viagens que faz, dos restaurantes que frequentam e como é feliz com a família. Outros se fecham num Voyeurismo... Está lá, observa tudo e não fala nada, ou porque não quer ou porque é tímido mesmo. Existem alguns que relatam tudo o que acontece no seu dia a dia. Sua rotina, desde a hora que levanta até a hora de dormir. Há o popular, esse quer ser a ultima coca cola do deserto, milhões de amigos, super interativo. A mania do Big Brother criou manos em todo o mundo. O que tem de gente que escancara a sua vida intima e conjugal, ignora quem está lendo e não percebe o quanto está sendo indelicado. Tem aqueles que querem ser o centro de atenção. Assunto polemico é com ele mesmo. É o cara do contra. Discorda de tudo e de todos apenas para se sentir bem. Um levantamento feito pelo Face book mostra que usuários que fazem mais critica, são os que recebem mais comentários. Existe o tipo bajulador,que vive dando os parabéns pra todo mundo que conhece. Bem e qual o problema? Afinal de contas cada faz o que existe mal nisso?
Todas as informações que você envia pela rede ou posta num site é um verdadeiro rastilho de pólvora. Sua reputação poderá ser afetada. No século XXI a moeda de troca é a reputação, seu bem mais precioso. Sua credibilidade pode ser afetada por uma expressão mal feita, uma postagem com uma afirmação polemica e por ai vai. Diariamente as pessoas são levadas a justiça, porque produzem provas contra elas mesmas. Tem pessoas que dizer não ter ido ao trabalho porque estavam doentes e postam fotos d uma viagem que fizeram, e acabam perdendo o emprego e outras situações mais complicadas, como laços de alma, relacionamentos flertes virtual envolvimento criando confusão na família e outros transtornos, sem falar de maniacos psicopatas que sondam suas presas como fera a espera da refeição. Recentemente a policia federal desmantelou um bando de pedófilos na rede que trocavam fotos bizarras de crianças inocentes.
Lembre-se, a internet é uma sala sem paredes. O que você faz é visto por milhões de pessoas. Ouve um tempo que você assistia televisão, hoje ela assiste você. Cuidado com a rede, navegue com cautela, e não afunde na Web e vire infernet na tua vida. 
| Autor: Pedro Luiz Almeida | Divulgação: EstudosGospel.Com.BR |
Postar um comentário